Duas teixeirenses se destacando na luta pela proteção do arquipélago de Abrolhos


18/10/2019 13h39 | Por: Maisteixeira/Fonte Últimas Notícias

Nós últimos dias as ações de um grupo denominado S.O.S. Abrolhos tem chamado a atenção de muitos ambientalistas, políticos e pessoas ligadas a lutas ambientais.  O grupo criado pela baiana Claudia Ferreira entrou na causa pela não exploração de petróleo no Parque Nacional dos Abrolhos, santuário das baleias Jubartes e maior parque marinho do atlântico sul.

O grupo, composto por ambientalistas, políticos, presidentes de associações ligados à exploração marinha e turismo ecológico e muitas outras pessoas que defendem a preservação do parque, começou a tomar a se mobilizar a pouco mais de um mês. Porém os resultados já começaram a surgir.

Entrevista que Cláudia deu a
Mídia NINJA

No dia 08 de Outubro de 2019, após forte pressão do grupo e de alguns outros movimentos, a Justiça Federal da Bahia decidiu manter sub judice o leilão para a exploração de petróleo de sete blocos marítimos próximos ao Parque Nacional Marinho de Abrolhos, arquipélago com a quemaior biodiversidade do Atlântico Sul. A rodada de licitações organizada pala ANP (Agência Nacional de Petróleo) estava marcada para 10 de Outubro de 2019, no Rio de Janeiro. A decisão é da juíza federal Milena Souza de Almeida Pires. Ela não suspendeu o leilão, como pedia o MPF-BA (Ministério Público Federal da Bahia), mas determinou que a oferta dos blocos situados nas bacias Camamu-Almada e Jacuípe permaneça sob o crivo do Poder Judiciário.

As duas teixeirenses Mell Primenta e Claudia Ferreira

Após a decisão da juíza, os sete blocos marítimos da região que foram a leilão não receberam nenhuma oferta das empresas participantes. Responsável pelo pregão, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) informou que as áreas não arrematadas entrarão em “oferta permanente.

“A luta não pode parar, temos que continuar na batalha” disse Claudia Ferreira no grupo S.O.S. Abrolhos, após o resultado da primeira rodada do leilão. A criadora do movimento que está ganhando visibilidade nas redes sociais é moradora da cidade de Teixeira de Freitas na Bahia e ontem, dia 16/10/2019, esteve no programa É Conspiração que vai ao ar ao vivo todas as quartas no canal do Youtube da TV Ninja (link do entrevista: https://youtu.be/DZolVHxymx8). Também foi entrevistado o pescador e presidente da AHOMAR (Associação Homens e Mulheres do Mar da Bahia de Guanabara/RJ), Alexandre Anderson.

O presidente da AHOMAR também aderiu ao grupo S.O.S. Abrolhos e vem se manifestando contra o leilão para exploração de petróleo no parque marinho de Abrolhos.

Outra integrante do grupo que também reside na cidade de Teixeira de Freitas é Mell Pimenta. Conhecida por defender veemente suas convicções políticas e atuar em defesa das causas das minorias, a  militante política também se uniu ao grupo e nos últimos dias que antecederam ao leilão, se dedicou a levar os debates para grupos políticos da cidade. “É absurdo a mídia não estar divulgando este leilão e os impactos que ele poderá causar, da forma que deveria. Vejo muita omissão por parte da mídia nacional e local e não consigo entender o porque disso”, disse Mell Pimenta durante um debate em um grupo político de whatsapp. Nós últimos dias começou a ser compartilhado nas redes sociais o poema; “NÃO MATEM ABROLHOS” de autoria de Mell e muitas pessoas ficaram encantadas com a poesia: “Não a conheço pessoalmente, mas ela sempre divulga suas poesias nas suas redes sociais e fico encantado toda vez que leio, as palavras que ela usa tem uma doçura que encanta”, disse Flávia Oliveira moradora da cidade de Teixeira de Freitas. Nas contas do facebook e integram da também poetiza Mell Pimenta, encontramos várias publicações de seus poemas e todos com uma linguagem poética muito singular.

Diante de um cenário politico de tantas incertezas e com a participação cada vez maior das mulheres na política e em movimentos sociais, a cidade de Teixeira está de parabéns por ter duas grandes representantes da . Mulheres fortes que estão conseguindo deixar gravados seus nomes na história da Bahia.

Poema de Mell Pimenta

NÃO MATEM ABROLHOS

Me disseram que de lá querem extrair petróleo.

Eu fiquei muito triste;

Pois irão acabar com toda riqueza,

E exterminar a beleza esplendorosa de Abrolhos.

O mar azul começará à sumir…

Manchas escuras neste lindo mar começarão à surgir…

O pescador a este impacto não irá resistir,

Pois as riquezas que Abrolhos lhe dá deixarão de existir.

E as baleias jubartes que não poderão mais nos presentear; com suas danças e infinita alegria, elas terão que nos deixar.

A tristeza nos olhosse dels eu já começo a imaginar.

Por que tanta maldade com estes seres que só  querem nos alegrar?

Mas por que o homem insiste em Abrolhos explorar?

Extrair de lá um “óleo preto” que só tristeza irá causar?

A riqueza que lá existe dinheiro nenhum pode comprar.

E somente as baleias e os pescadoolhossebre este imenso tesouro, podem nos contar.