Exame pericial de Confronto de impressões digital identifica esqueletização


06/07/2020 16h18 | Por: Alexandro sousa/maistexera

No dia 3 deste mês o perito Técnico da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, Sandro de Abreu, foi designado pelo Coordenador Regional de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas “CRPT” Manoel Garrido, que fosse realizado a identificação de um corpo que se encontrava em estado de esqueletização através de análise das impressões digitais do cadáver submetido à perícia médica.

De acordo o perito técnico e papiloscopista Sandro de Abreu, que na última sexta-feira (3), que por volta às 18hs14, o corpo em estado de esqueletização, que ainda não tinha sido identificado formalmente teria sido encaminhado para o Departamento da Polícia Técnica a fim de ser submetido à análise de impressões digitais do cadáver, como a confirmação de indenidade do mesmo. Ainda de acordo Sandro Abreu, os parentes da vítima teriam comparecido no (DPT) apresentando uma cédula de identidade em nome do idoso Valdomiro Ribeiro dos Santos, que estaria desaparecido, na cidade de Itanhém e segundo os familiares o corpo seria do mesmo, pois segundo a família teria reconhecido o corpo através das roupas e o relógio que estava com o mesmo.

Mesmo com a confirmação dos parentes, foi preciso fazer o procedimento de coleta para o periciado, pois no momento que o corpo foi encontrado a vítima não se encontrava com os documentos de identificação. O exame escolhido e mais rápido foi o de papeloscopia, pois é onde o perito escolheu os melhores dedos para serem hidratado com reagente forense apropriado.

Após ser comparado com as impressões papilares referente à pessoa do senhor Valdomiro Ribeiro dos Santos, foram dados positivos, após todo o procedimento os restos mortais foi liberado aos familiares. Finalizou Sandro de Abreu.