Índice de preservação de vida cresce em Teixeira de Freitas


14/02/2020 19h57 | Por: Maisteixeira/Fonte SSP/BA

Os Crimes Violentos Letais Intencionais – homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – foram reduzidos em 33,3% em 2019, em Teixeira de Freitas, município localizado no Extremo Sul do Estado, o que significa mais de 30 vidas preservadas, se comparado ao balanço do ano anterior.

A queda nos crimes contra a vida, registrada entre janeiro e dezembro de 2019, foi obtida, dentre outras coisas, por conta das ações de inteligência e de repressão, desenvolvidas pelas unidades das policias Civil e Militar que atuam no município.

capitão PM Juliano Klaus é Valéria Fonseca Chaves, titular da 8ª Coordenadoria

Segundo o capitão PM Juliano Klaus, subcomandante da 87ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Teixeira de Freitas), são realizadas, rotineiramente, operações ‘Ronda Rural’, em zonas mais distantes da área urbana, com o objetivo de promover uma aproximação maior com a comunidade local, ‘Concórdia’, em locais e horários com maiores registros de CVLIs apontados depois de análise da mancha criminal, e ‘Romeu e Julieta’, que executa o policiamento ostensivo durante o dia.

No último ano, as principais lideranças do tráfico de drogas, que agiam na cidade foram identificadas e presas na Bahia e também no Espirito Santo, conforme explicou a delegada Valéria Fonseca Chaves, titular da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Teixeira de Freitas). “Alcançamos criminosos, alguns dentro de presídios, e representamos por suas prisões”, detalhou.

As polícias Civil e Militar em Teixeira de Freitas entendem também que este resultado positivo é reflexo de ações rotineiras das duas instituições, em parceria com o Judiciário e o Ministério Público.